Faustão (Fausto Silva – Apresentador de TV)

Compartilhe famosos, filmes, trailers e séries

FaustãoFausto Corrêa da Silva, mais conhecido dentro do mundo artístico como Fausto Silva ou mesmo como Faustão, é um apresentador de TV brasileiro nascido na cidade de Porto Ferreira, interior do estado de São Paulo, no dia 3 de maio de 1950, tendo, em 2018, 68 anos de idade.

Ao longo dos anos, Fausto Silva se tornou um dos grandes ícones dos programas de auditório da televisão nacional, sustentando-se no ar na atração da Rede Globo de Televisão Domingão do Faustão desde o ano de 1989.

Com isso, ele não só alcançou um dos maiores patamares de salário da emissora (em torno de R$ 4 milhões) e construiu um notório patrimônio, como também é responsável por um dos produtos com maior tempo de veiculação ininterrupta da rede de comunicação carioca.

Fausto Silva família

Criado com a cultura interiorana, Faustão é uma pessoa que se manteve durante toda a carreira com uma postura bastante reservada quando o assunto é a sua vida pessoal. Apesar de sempre brincalhão e risonho, jamais foi de expor sua família, mesmo nos atuais tempos onde as redes sociais dão a noção de acontecimentos quase que em tempo real. 

Filho da professora de idiomas Cordélia Moraes Corrêa da Silva e do economista Amauri Corrêa da Silva, ele sempre teve uma vida confortável, mesmo sendo um dos seis filhos da família.

Depois de se mudar para outro município do estado, Araras, Fausto Silva por pouco não se encaminhou para a vida religiosa por gostar das experiências que teve como coroinha, já que vem de família católica. No entanto, a primeira experiência na Rádio Centenário e o forte sonho de ser jogador de futebol deram espaço à ideia de acompanhar o esporte do lado de fora das quatro linhas.

Fausto Silva vida amorosa

Em sua vida amorosa, Faustão foi casado por três vezes. A primeira com Lucia Helena, o relacionamento menos comentado do apresentado, mesmo tendo 10 anos de duração.

No ano de 1990, casou-se com a sua segunda mulher, a modelo Magda Colares, com quem esteve junto até o ano de 2000 e teve uma filha, Lara Silva, que sempre desponta nas redes sociais com fotos que realçam sua beleza.

Em 2002, ele se casou com a sua atual companheira, a jornalista e modelo Luciana Cardoso. Desde então, Fausto Silva constituiu família com a chegada de mais dois filhos: João Guilherme e Rodrigo Silva.

Fausto Silva carreira

Faustão no Rádio

A primeira vez que Faustão trabalhou foi na Rádio Centenário, ainda na cidade de Araras, quando ainda era um jovem de apenas 15 anos de idade. Ali, seu jeito irreverente, não deixando de trazer a informação, já dava seus primeiros sinais, indicando o surgimento de um grande comunicador da mídia brasileira.

Após importante ganho de experiência, pouco tempo depois Fausto Silva foi para a Rádio Cultura apresentar um programa de músicas do cenário internacional chamado de New Pop International.

Não demorou muito para que a “ponte” com emissoras de rádio da capital paulista fosse rapidamente realizada, passando por grandes praças do meio como Rádio Record, Rádio Bandeirantes e Rádio Jovem Pan, em todas elas trabalhando ligado a área de esportes com a função de jornalista esportivo ou mesmo a apresentação de programas de notícias diárias.

O primeiro espaço de maior relevância e que “alavancou” quem hoje é um dos ícones da comunicação brasileira foi o programa de rádio Balancê, em 1977, veiculado inicialmente pela extinta Rádio Excelsior, hoje Rádio Globo.

Com o comando do ex-locutor esportivo e jornalista Osmar Santos e grande elenco, Faustão integrava a equipe de repórteres e também atuava como apresentador, exercitando bastante o bom humor junto a entrevistados do mais alto gabarito no mundo da política e demais artistas do cenário nacional.

Tamanho foi o sucesso que, depois de assumir em definitivo o comando do programa com as saídas de Osmar Santos e de Juarez Soares, Fausto Silva ainda participou do processo de “transportar” o então programa de rádio para a televisão, tudo isso ainda no início da década de 1980. Ali surgia o Perdidos na Noite.

Faustão na TV Pré-Domingão

Consolidado na TV Gazeta e tendo sempre um programa de grande público e risada certa, Fausto se destacava naturalmente e chamava a atenção da concorrência, que logo conseguiu tirá-lo da emissora vinculada à Fundação Cásper Libero.

Tomou o cuidado de manter exatamente o seu estilo mais escrachado e de tato fácil com o público interessado no entretenimento, tanto na Rede Record como na Band, à época Rede Bandeirantes, ainda à frente do Perdidos na Noite e também em outro programa voltado ao humor sem qualquer tipo de censura, o Safenados e Safadinhos.

Nessa época, Fausto Silva chegou, inclusive, a fazer uma participação marcante em, 1988, no programa Show de Calouros, do Sistema Brasileiro de Televisão (SBT), comandado por Silvio Santos. Ali, fez uma participação onde arrancou muitas risadas dos jurados que faziam das perguntas mais “cabeludas” aos ocupantes do auditório.

Ente uma delas, a que chamou mais a atenção remete justamente ao período atual de sua vida e a imagem tão vinculada a Rede Globo de Televisão. Questionado sobre a chance de ser contratado pela emissora carioca e comandar uma atração de entretenimento por sua ascensão, ele brincou dizendo as seguintes palavras:

“Eu não sou Chacrinha, sou, no mínimo, uma fazendona, com esse tamanho. Mas tudo depende de conversar. A Globo me quer toda hora, bem longe. Doutor Roberto, essa hora… Ele assiste ao Show de Calouros, adora o Silvio.”

Quis o destino que, apenas alguns meses depois, Fausto Silva fosse justamente a contratação que serviria de “arma” na visão da Rede Globo para ganhar na questão da audiência justamente de Silvio Santos, há anos estabelecido como o verdadeiro “dono” das tardes e noites dominicais na TV brasileira.

O Domingão do Faustão

Em 1989, Fausto Silva começou sua trajetória na Rede Globo de Televisão, comandando a atração que já passou por várias mudanças de design, cenários, atrações, artistas. Porém, uma coisa jamais foi alterada: o apresentador e seu jeito, que mistura irreverência, humor ácido e, nos últimos anos, boas doses de críticas sociais, políticas e, por que não, também as suas gafes.

Tamanho foi o sucesso de implementação do Domingão que, do Ano Novo de 1991-1992 a 1996-1997, foi instaurado também o Réveillon do Faustão, espaço onde o apresentador usava a mesma estrutura do programa dominical para receber astros e estrelas da música para celebrar a chegada de um novo ano nas telinhas da Rede Globo de Televisão.

Fausto Silva no cinema?

Por incrível que pareça, o apresentador já chegou a se arriscar como ator em três oportunidades diferentes, todas elas na década de 1990. Enquanto em Sonho de Verão (1990) e em Não fuja da raia (1996) ele aparece fazendo o papel de si mesmo, sem personagem montado, sua única atuação na pele de alguém diferente da sua realidade foi em um filme de comédia, Inspetor Faustão e o Mallandro (1991).

Como o próprio nome já diz, Faustão é o protagonista ao lado do humorista Sérgio Mallandro na pele de um feirante que tenta combater o contrabando de animais silvestres em obra de qualidade um tanto quanto discutível.

Leave a Reply