Atriz Deborah Secco

Compartilhe famosos, filmes, trailers e séries

Deborah Secco Deborah Fialho Secco Moura, chamada no mundo artístico apenas por Deborah Secco, é uma artista brasileira nascida na cidade do Rio de Janeiro em 26 de novembro de 1979. Apesar de ainda ser jovem, ela já se consolidou no cenário nacional como uma das maiores atrizes do país.

O elemento que mais colabora para tamanho sucesso é a longa vida nas telinhas de Deborah, sendo protagonista de peças comerciais desde os oito anos de idade. Com isso, a evolução na qualidade e profundidade de seus papéis só foi aumentando, seja na TV, no cinema ou no teatro, rendendo 14 prêmios diferentes entre as plataformas que já atuou em 40 indicações diferentes.

Deborah Secco família

Filha de Silvia Regina Fialho, dona de casa, e de Ricardo Secco, engenheiro e professor de matemática, Deborah tem como irmãos Bárbara Secco e Ricardo Secco, administrador, sendo que tem uma proximidade mais exposta nas redes sociais de sua irmã, que trabalha como advogada. Inclusive, Bárbara mora perto da atriz na Barra da Tijuca, bairro nobre da capital carioca, para corroborar com a intimidade de ambas.

Tamanha é a sintonia de Deborah com a sua família que a atriz comprou um apartamento vizinho ao seu para abrigar sua mãe, sua avó Eulália e a sua madrinha, Neide. Silvia, inclusive, foi uma das pessoas que declaradamente mais apoiou a decisão de Deborah em seguir na carreira artística desde a infância.

A relação com o pai é razoável, sendo assim desde os 12 anos de idade da artista, período esse onde o então professor se separou de sua mãe.

O evento que acabou deixando a relação ainda mais “estremecida” foi o das acusações que surgiram no ano de 2010, quando o pai de Deborah teria montado um esquema de fraude visando a obtenção de dinheiro fruto de desvios de recursos públicos. Na condenação que envolveu também Bárbara, Ricardo e Silvia, o valor a ser devolvido foi de quase R$ 450 mil reais, tendo como acusações formais enriquecimento ilícito e improbidade administrativa.

Deborah Secco vida amorosa

Deborah Secco nunca teve tipo de receio ou reserva no que se refere à sua vida amorosa, apesar de, em algumas entrevistas, chegar a reclamar de diversos comentários sobre o “patrulhamento excessivo” do público e alguns integrantes da mídia especializada de sua postura em relação ao tema.

Em algumas das relações mais marcantes durante os anos 1990 e 2000, destacam-se o fato de ter estado junto de grandes nomes do mesmo meio de dramaturgia, como Maurício Mattar, Dado Dolabella e Marcelo Faria, com quem inclusive contracenou na novela Celebridade, como Darlene, enquanto Marcelo vivia o personagem Vladimir.

Entre a década de 1990 e 2015 e antes de seu atual cônjuge, Hugo Moura, Deborah se envolveu com dez homens que também faziam parte do círculo de pessoas famosas, desde a rápida relação com o ator Daniel del Sarto até o ex-jogador de futebol e atual comentarista esportivo, Roger Flores, relação mais longa até hoje vivida por Deborah.

Atualmente mãe de Maria Flor, fruto de seu relacionamento com o modelo Hugo Moura, Deborah se tornou ainda mais ativa do que já era em suas contas oficiais de redes sociais como Instagram, Twitter e Facebook. Obviamente, com muitas imagens mostrando a filha e as diferentes fases de seu crescimento.

Deborah Secco carreira

Enquanto muitos dos atores e atrizes fincam raízes na televisão após alguma experiência de teatro, Deborah Secco pode se dizer que fez o caminho inverso.

Isso porque, após peças de publicidade que foram veiculadas na TV quando ela tinha apenas oito anos de idade, ela passou a conciliar peças de teatro, séries de TV, especialmente na Rede Globo de Televisão e também Mico Preto, sua primeira novela da carreira com apenas 11 anos de idade. A partir dali, sua vida tomaria um ritmo de grandes trabalhos que montaria a sua imagem de atriz multifacetada.

Você Decide, Escolinha do Professor Raimundo, Contos de Verão, O Soldadinho de Chumbo foram alguns dos papéis que moldaram a atriz antes de sua primeira grande aparição na televisão como Carol, em Confissões de Adolescente, período onde Deborah Secco esteve na TV Cultura. Além do Prêmio APCA como Atriz Revelação, surgiu a primeira chance como atriz em uma novela do chamado “horário nobre” em A Próxima Vítima.

No ano de 2018, Deborah Secco vive uma nova experiência como personagem de grande impacto na pele da baiana Karola, uma das integrantes do núcleo de vilãs na novela Segundo Sol e, ao mesmo tempo, esposa do famoso cantor de axé e protagonista da trama, Beto Falcão, feito pelo ator Emílio Dantas.

Confira algumas das séries e outros trabalhos na TV de Deborah Secco:

  • Você Decide (1992, 1996 e 1999);
  • Escolinha do Professor Raimundo (1992) – Como Capituzinha;
  • Contos de Verão (1993) – Como Fabíola;
  • A Invenção do Brasil (2000) – Como Moema;
  • Sítio do Picapau Amarelo (2001) – Como Deborah Secco;
  • Os Normais (2002) – Como Kátia;
  • Brava Gente (2002) – Como Jane;
  • Casseta & Planeta, Urgente! (2004) – Como Darlene;
  • Louco por Elas (2012 à 2013);
  • A Grande Família (2013) – Como Bianca;
  • Deborah Secco Apresenta (2016 à 2017) – Como Apresentadora.

Deborah Secco novelas

Apesar de muitos trabalhos também em se tratando de minisséries, bem como nas peças publicitárias e de teatro, a grande construção da carreira e trabalhos marcantes de Deborah Secco foram as novelas.

Desde Denise em Mico Preto até o seu atual sucesso arrebatador nos diversos momentos vividos na pele de Karola em Segundo Sol, já foram personagens com os mais diversos níveis de profundidade em novelas da Rede Globo que ocuparam as faixas das 18, 19 e das 20h, hoje mais consideradas como das 21h.

O primeiro grande personagem de amplitude nacional pensando em telenovelas foi feito com a faceira e “ninfeta” Íris em Laços de Família, no ano de 2000, fazendo par amoroso com idas e vindas com o fazendeiro e empresário Pedro, interpretado por José Mayer.

Outras aparições de grande destaque nesse tipo de obra da dramaturgia foram com a sonhadora Darlene, em Celebridade, com seu desejo incontido de ganhar fama, custasse o que custasse, e também a obstinada Sol na obra de 2005 América, tratando da vontade de diversos brasileiros em viver nos Estados Unidos, mesmo que entrando ilegalmente no país.

Confira outros trabalhos em novelas feitos por Deborah Secco:

  • A Próxima Vítima (1995) – Como Carina;
  • Vira Lata (1996) – Como Bárbara;
  • Zazá (1997) – Como Dora;
  • Era Uma Vez… (1998) – Como Emília;
  • Suave Veneno (1999) – Como Marina;
  • A Padroeira (2001) – Como Cecília;
  • O Beijo do Vampiro (2002) – Como Lara;
  • A Favorita (2008) – Como Maria do Céu;
  • Insensato Coração (2011) – Como Natalie;
  • Boogie Oogie (2014) – Como Inês;
  • Malhação: Pro Dia Nascer Feliz (2016 e 2017) – Como Tânia;

Deborah Secco filmes

Nas telonas, os trabalhos de mais destaque feitos por Deborah Secco certamente são os de Caramuru – A Invenção do Brasil no papel da índia Moema, vivendo Soraya em Meu Tio Matou um Cara e o maior e mais recente deles: a famosa garota de programa Bruna Surfistinha no filme de mesmo nome. Não por acaso o último deles lhe rendeu até hoje o maior número de indicações e prêmios por um filme em toda a carreira da atriz carioca.

Outros filmes feitos por Deborah Secco:

  • Xuxa e os Duendes 2 – No Caminho das Fadas (2002) – Como Epifânia;
  • A Cartomante (2004) – Como Rita;
  • Tudo Isto É Fado (2004) – Como Thaís;
  • Flordelis – Basta uma Palavra para Mudar (2009) – Como Simone;
  • Assim Como Ela (2011) – Como América Muller;
  • Confissões de Adolescente – O Filme (2014) – Como mãe do Felipe;
  • Boa Sorte (2014) – Como Judite;
  • Entrando Numa Roubada (2015) – Como Laura;
  • Mulheres Alteradas (2018) – Como Keka.

Leave a Reply