Norma Aleandro

Compartilhe famosos, filmes, trailers e séries

Norma Aleandro é uma atriz, diretora de teatro e cinema e roteirista de nacionalidade argentina nascida no dia 2 de maio de 1936, na cidade de Buenos Aires, capital da Argentina, tendo, em 2018, a idade de 82 anos.

Ela é famosa por interpretar grandes papéis e por ter sido a primeira atriz argentina na história a ser indicada ao Oscar, a maior premiação do cinema. A atriz Norma Aleandro é conhecida como a Grande Dama ou primeira-dama argentina do cinema e teatro.

Norma Aleandro

Desde o seu nascimento, tudo se encaminhou para que ela seguisse a carreira artística. Seus pais foram Pedro Aleandro e María Luisa Robledo, ambos atores argentinos que participaram de diversos filmes, séries de televisão e peças de teatro. Foi com apenas 9 anos de idade que Norma Aleandro começou no teatro, juntamente com seus pais, início que lhe abriu as portas para outros diversos trabalhos e pela sua paixão para com a profissão de atriz.

Com o decorrer dos anos, Norma Aleandro foi aperfeiçoando seu talento através de estudos e treinamento. A atriz despertou o interesse de diversos críticos e produtores, ponto crucial para que ela integrasse o elenco do programa As duas capas, transmitido pela LRA Rádio Nacional.

Em 1957, estreou nas telas de cinema através do filme Morte nas Ruas, dirigido por Leo Fleider. Dois anos mais tarde, em 1959, participou da série de televisão Historias de Jóvenes.

No ano de 1970, o diretor David Stivel escreveu o roteiro de The Heirs (Os Herdeiros), em que contou com a colaboração de Norma Aleandro. O filme foi apresentado no Festival de Berlim.

Por conta de suas visões progressistas, no ano de 1975, a atriz Norma Aleandro foi exilada para o Uruguai e, em seguida rumou para a Espanha, onde continuou a trabalhar como atriz no filme espanhol Las verdes praderas.

Só voltou para a Argentina após o fim da ditadura militar. Foi quando conseguiu seu papel no filme A História Oficial, dirigido por Luis Puenzo, que contava a história de uma família de classe média de Buenos Aires que criava uma criança adotada de forma ilegal. Norma Aleandro interpretou Alicia, uma professora argentina que descobre que a criança pode ser a filha de um político preso durante o período ditatorial.

O filme ganhou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, em 1986. Por conta de sua atuação no filme, a atriz ganhou o prêmio NYFCC e Prêmio Cannes de melhor atriz.

Norma Aleandro Vida Pessoal

Norma Aleandro foi casada com Oscar Ferrigno, um diretor de teatro e ator argentino. Com ele, teve um filho também chamado Oscar Ferrigno e que também decidiu seguir a carreira artística como seu pais, se tornando ator e diretor.

A irmã de Norma Aleandro é uma famosa atriz chamada María Vaner, que faleceu em 2008 aos 73 anos de idade, conhecida por interpretar papéis nos filmes Tres veces Ana e Los jóvenes viejos.

Norma Aleandro Filmes

Estima-se que a atriz Norma Aleandro tenha interpretado papéis em mais de quarenta filmes durante toda a sua carreira, entre papéis principais e secundários. Entre os principais estão:

  • La murte em las calles (A morte nas ruas), em 1952.
  • The Last Floor (Último Piso), em 1962.
  • Gente conmigo, em 1967.
  • La fiaca, em 1969.
  • Los siete locos (The Seven Madmen), em 1972.
  • La trégua (The Truce), em 1974.
  • La historia oficial (A História Oficial), em 1985.
  • Gaby: uma verdadeira história, em 1987.
  • Primos, em 1989.
  • Sinais Vitais, em 1990.
  • Guerra de um homem, em 1991.

Las tumbas (The Tombs), em 1991.

  • Sol deñoño (Autumn Sun), em 1996.
  • El faro, em 1998.
  • Corazón iluminado (Foolish Heart), em 1998.
  • Uma noche com Sabrina Love, em 2000.
  • El hijo de la novia (Filho da Noiva), em 2001.
  • La fuga, em 2001.
  • Todas as Atafatas do Céu, em 2002.
  • Cleopatra, em 2003.
  • Ay, Juancito, em 2004.
  • Seres queridos (Only Human), em 2004.
  • Cama adentro, em 2004.
  • A cidade do seu destino final, em 2009.
  • Paco, em 2009.
  • Música em espera, em 2009.
  • La suerte em tus manos, em 2012.

Entre os filmes acima destacam-se La trégua (The Truce) por ter sido o primeiro filme argentino a ser indicado ao Oscar, Gaby: A True Story, onde Norma Aleandro foi indicada ao Oscar como Melhor Atriz Coadjuvante e A cidade do seu destino final, filme de Hollywood onde trabalhou com Anthony Hopkins.

Norma Aleandro principais papéis

Entre os papéis de mais prestígio da atriz Norma Aleandro podemos citar:

  • Florencia Sánchez Morales, em Gaby: A True Story. Foi com esse papel que ela foi indicada para o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante.
  • Como a protagonista Alicia, em Uma História Oficial, filme que ganhou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.
  • Cleopatra, em Cleopatra, filme de 2003 dirigido por Eduardo Mignogna.

Norma Aleandro Prêmios e Indicações

Durante sua carreira artística, Norma Aleandro recebeu diversos prêmios e indicações. Entre os principais estão:

  • 1985 – Vencedora do prêmio New York Film Critics Circle de Melhor Atriz – A História Oficial
  • 1985 – Vencedora do prêmio Festival de Cannes de Melhor Atriz – A História Oficial.
  • 1986 – Vencedora do prêmio Cóndor de Plata de Melhor Atriz – A História Oficial.
  • 1987 – Indicação ao prêmio do Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante – Gaby: Uma Verdadeira História.
  • 1987 – Indicação ao prêmio Globo de Ouro de Melhor Atriz Coajutante – Gaby: Uma Verdadeira História
  • 1987 – Vencedora do prêmio David de Donatello de Melhor Atriz Estrangeira – A História Oficial.
  • 1997 – Vencedora do Prêmio Cóndor de Plata de Melhor Atriz – Sol de Outono.
  • 2002 – Vencedora do Prêmio Cóndor de Plata de Melhor Atriz Coadjuvante – O filho da noiva.
  • 2004 – Indicação ao prêmio Cóndor de Plata de Melhor Atriz – Cleópatra.
  • 2004 – Vencedora do Prêmio Cidade de Huelva por sua carreira.
  • 2006 – Indicação ao prêmio Cóndor de Plata de Melhor Atriz – Cama Adentro.
  • 2006 – Vencedora do prêmio ACE (Nova York) de Melhor Atriz – Cama Adentro.
  • 2010 – Indicação ao Prêmio Sur de Melhor Atriz Coadjuvante – Anita.

Também ganhou prêmios e indicações de televisão, incluindo o prêmio Martin Fierro de Melhor Atriz Dramática, Melhor Atriz Principal e Melhor Atriz Coadjuvante. No teatro, ganhou os prêmios ACE de Melhor Atriz de Comédia, por Os Pequenos Patriotas, Melhor Atriz Dramática, por Agosto e o Prêmio Clarín de Melhor Direção de Teatro por Homem e super-homem.

Leave a Reply