Jonathan Banks

Compartilhe famosos, filmes, trailers e séries

Jonathan Ray Banks, mais conhecido como , é um ator norte-americano muito lembrado pelo seu recente papel como Mike Ehrmantraut nas séries de grande sucesso Breaking Bad e Better Call Saul.

Origens de Jonathan Banks

Nascido em 31 de janeiro de 1947, na cidade de Washington D.C., Jonathan começou a mostrar sua paixão pela arte dramática ainda jovem. Abandonou a Indiana University Bloomington, localizada na cidade de Boomington, no estado de Indiana, onde era colega do também ator Kevin Kline, para entrar jonathan banksem uma turnê de uma companhia representando a peça Hair, famoso rock-musical gerado pela contestação social que se manifestava no final da década de 1960.

Trabalhou como gerente de palco da companhia e, com ela, foi parar no outro lado do mundo, na Austrália. Mas sua arte o levaria longe de outras maneiras, e o cinema seria determinante para isso.

Em 1974, Jonathan foi para Los Angeles, onde interpretou papéis nos palcos e conseguiu pequenas participações na televisão.

Entre seus primeiros créditos de atuação estão participações em episódios de séries dos anos 1970, como How the West Was Won e Barnaby Jones.

Em sua carreira, ele participou de alguns filmes para a TV como, por exemplo, Alexander: The Other Side of Dawn, de lançado em 1977.

O primeiro longa-metragem (sem ser para a TV) que participou foi Amargo Regresso, de 1978, no qual ele fez uma ponta como um militar em uma festa. O filme tinha como pano de fundo as transformações sociais e tragédias pessoais trazidas pelo engajamento americano na Guerra do Vietnã.

Jonathan Banks: séries de TV

Jonathan mostrou, em ambos os meios, ser um ator talentoso e versátil, embora seja especialmente lembrado pelas interpretações de bandidos durões e intimidadores.

No entanto, nenhum papel é mais lembrado que o de Mike Ehrmantraut em Breaking Bad (a partir da segunda temporada) e Better Call Saul. Na série, Mike é um ex-policial que se tornou chefe de segurança e matador de aluguel a serviço de um poderoso e implacável traficante de drogas. Banks ganhou bastante notoriedade, especialmente entre o público mais jovem, que provavelmente não conhece seus papéis mais antigos.

A relação do ator com a série Better Call Saul, uma prequela no mesmo universo de Breaking Bad, também é forte na cabeça do público, pois Banks reprisou o papel de Mike nesta série.

Aos amantes de ficção científica, talvez interesse saber que, em 1993, o ator fez uma participação em Deep Space Nine, uma série da famosa franquia espacial Star Trek (Jornada nas Estrelas). Ele apareceu no episódio cujo título original é Battle Lines. Seu personagem se chamava Golin Shel-la e era o líder de uma facção de alienígenas condenados a combater para sempre seus rivais, sem nunca poder sequer conhecer o descanso que a morte oferece.

Jonathan Banks: filmes

Ele atuou em filmes policiais de sucesso de Eddie Murphy na década de 1980 (48 horas e o icônico Um Tira da Pesada). Outra obra cinematográfica muito lembrada da qual ele também participou é Airplane! (no Brasil, conhecido como Apertem os Cintos … o Piloto Sumiu!), um longa de comédia de 1980 que satirizou os filmes de desastres (terremotos, acidentes de transporte, incêndios, etc.) que tinham sido bastante populares na década de 1970.

Em 1983, apareceu em um episódio da série T.J. Hooker (série policial estrelada por William Shatner, o eterno Capitão Kirk da série original de Jornada nas Estrelas, no papel do personagem-título) e em dois episódios do drama policial Hill Street Blues.

Conseguiu um papel como Frank McPike, em 1987, na série Wiseguys, que lhe deu um destaque maior do que ele vinha conseguindo no meio televisivo até então. Também se tratava de uma série envolvendo a luta das forças da lei contra o crime, onde interpretou um agente do FBI. No Brasil, a série recebeu o nome O Homem da Máfia.

Ele também esteve no filme Gremlins, de 1984, uma criativa combinação dos gêneros comédia e horror. Outro filme do mesmo ano que fica na confluência de gêneros da qual ele participou foi o imaginoso As Aventuras de Buckaroo Banzai, que conjugava fantasia e ficção científica e tem pouco mais de 100 minutos de duração.

Em 1996, esteve em Flipper, um remake de um filme de 1963 sobre um golfinho e um garoto. O filme original havia dado origem a um seriado que ficou no ar entre os anos de 1964 e 1967.

Na quinta temporada da série Community, em 2014, ele desempenhou o papel recorrente de Buzz Hickey e, em 2011, fez uma participação em Modern Family.

Jonathan Banks: prêmios principais

O ator foi indicado a vários prêmios por suas atuações ao longo da carreira. Foi nomeado a cinco Primetime Emmy Awards por suas atuações nas séries Wiseguy, Breaking Bad and Better Call Saul.

Foi indicado a dois Screen Actors Guild Awards por atuações em Breaking Bad.

Em 2013, ganhou um Saturn Award por seu papel em Breaking Bad. Em 2015, ele venceu o Critics’ Choice Television Awards.

Vida pessoal do ator Jonathan Banks

Em 1968, Banks se casou com Marnie Fausch, com quem teve uma filha e de quem se divorciou em 1970. Em 1990, o ator se casou novamente, desta vez com Gennera Banks, com quem teve gêmeos fraternos. Ele também tem uma enteada deste segundo casamento.

Curiosidades sobre Jonathan Banks

Além de acumular sucessos no cinema e em séries, Banks também é um respeitado ator teatral.

Sua mãe trabalhou como funcionária da Central Intelligence Agency, uma das agências de inteligência dos Estados Unidos.

Quando garoto, Jonathan era fã do comediante Jerry Lewis. Coincidentemente, Lewis, bastante conhecido por papéis cômicos, concordou em fazer um personagem dramático em alguns episódios de O Homem da Máfia, seriado que ajudou a destacar Banks no meio artístico. Além disso, Banks teve um papel de policial (do FBI, a Polícia Federal Americana), mas hoje é mais conhecido pelo personagem Mike, um policial que passou para o outro lado da Lei e passou a trabalhar para um traficante de drogas. Atuações neste papel lhe valeram a atenção dos telespectadores e indicações a prêmios de atuação.

Um de seus primeiros trabalhos na carreira “voltou para assombrá-lo” décadas depois. Ele participou, ainda em 1974, de um vídeo de utilidade pública sobre a menstruação, Linda’s Film on Menstruation. Em 2015, em um episódio dedicado à educação sexual de seu programa, o comediante John Oliver desenterrou o curta e falou de sua “ruindade”. Banks, a essa altura já famoso, especialmente por seus papéis na televisão, levou na esportiva a fama deste trabalho “vergonhoso” e explicou que tinha concordado participar do curta a pedido de um amigo. “Nenhuma boa ação fica impune”, brincou o ator sobre a situação.

Leave a Reply