Atriz Camilla Belle

Compartilhe famosos, filmes, trailers e séries

Camilla Belle é uma atriz norte-americana, com ascendência brasileira, que atuou em filmes como A Princesinha, Guerra Biológica, 10000 B.C e Diablo.

Camilla Belle origens

A atriz nasceu em 2 de outubro de 1986. Ela é a filha única de um americano, o empresário Jack Routh, que é dono de uma firma de construção e já compôs música country, e de uma brasileira, a estilista e empresária Cristina Gould, que criou uma empresa do ramo de moda quando tinha apenas 20 anos de idade.

Muitos se perguntam se Camilla Belle é brasileira. A resposta é não, mas quase. Na verdade, ela é cidadã americana, nascida na cidade de Los Angeles, onde estudou em uma escola católica e em um colégio feminino. Apesar disso, ela é bem próxima de suas raízes brasileiras e costuma visitar o país da mãe.

camilla belle

Camille gosta de visitar São Paulo em companhia de sua mãe para rever parentes. A atriz já declarou que é apaixonada pelas telenovelas brasileiras. Além de inglês e espanhol, Camilla Belle também fala português, idioma que cresceu falando e na qual ela é fluente.

Talvez, apropriadamente para uma atriz, Camilla recebeu seu nome em homenagem a um personagem de ficção. Trata-se da Camila, interpretada por Renata Sorrah, na novela da década de 1970 Cavalo de Aço, que foi escrita por Walther Negrão e dirigida por Walter Avancini e David Grimberg.

Camilla Belle: carreira desde o começo

A carreira artística da atriz Camilla Belle começou bem cedo. Quando ela tinha apenas nove meses de idade, sua mãe, que ouviu diversas vezes comentários sobre a beleza da menina, levou-a para testes de comerciais. Ela estrelou uma campanha publicitária impressa de âmbito nacional antes mesmo de completar seu primeiro ano de vida. Crescendo na cidade de Los Angeles, capital mundial do cinema, ela começou, ainda na infância, sua carreira de atriz. Em 1993, atuou em dois filmes para TV: Um Berço Vazio e A Um Passo do Inferno.

Seu primeiro papel em um filme para cinema foi um papel pequeno em A Princesinha, de 1995. Também fez a atriz Camilla Belle filmes como O Mundo Perdido: Jurassic Park (1997), parte da franquia cinematográfica Jurassic Park, e Raízes do Surf (2000), exibido no Disney Channel. Neste último, fez seu primeiro papel de destaque. A partir daí, deu-se sua ascensão ao estrelato.

Ela foi indicada quatro vezes ao Young Artist Awards, vencendo uma vez, em 1998, com sua atuação no filme Da Magia à Sedução, que contou com as famosas atrizes Sandra Bullock e Nicole Kidman.

Depois de uma pausa para concluir seus estudos, a atriz voltou à atividade dramática no filme Quando Um Estranho Chama, de 2006, um terror psicológico, remake de um longa de mesmo nome de 1979. Por não gostar de filmes de terror, Belle relutou em aceitar o papel, que já havia sido rejeitado pela atriz Evan Rachel Wood. Ela foi, porém, convencida pelo diretor Simon West, que a persuadiu ao ressaltar o lado psicológico do filme em vez do aspecto de terror. O papel de protagonista ajudou a destacar Belle em Hollywood e deixou claro que se tratava de uma estrela ascendente. Tratando-se da carreira cinematográfica de Camilla Belle, Quando Um Estranho Chama costuma ser um dos primeiros assuntos a serem lembrados.

Também é fortemente associado a Camilla Belle o filme 10000 AC, de 2008, uma fantasia passada na pré-história, dirigida pelo famoso diretor Roland Emmerich. No longa, Camilla fez o papel feminino principal.

No ano seguinte, em 2009, Camilla Belle atuou em À Deriva. Foi seu primeiro filme brasileiro. Entre os atores do filme estavam Cauã Reymond, Vincent Cassel, Débora Bloch e Gregório Duvivier, este último mais famoso por sua atuação nos esquetes de Youtube do grupo Porta dos Fundos. Outro filme em que Camilla Belle atuou foi o faroeste psicológico Diablo, de 2015.

Em 2013, atuou em outro filme brasileiro-estadunidense, Open Road, desta vez dirigido pelo ator e diretor brasileiro Márcio Garcia. O elenco do longa contou com atores como Andy Garcia, Juliette Lewis e as brasileiras Christiane Torloni e Carol Castro.

Curiosidades sobre a atriz Camilla Belle

Já falamos sobre as origens de Camilla Belle e alguns dos filmes em que ela atuou. Que tal saber algumas curiosidades sobre a atriz. Ela tem 1,73 metros, possui ascendências inglesa, alemã e francesa pelo lado do pai americano, e portuguesa e italiana pelo lado da mãe brasileira.

Ela gosta muito de pratos típicos da culinária brasileira, como feijoada, brigadeiro e pão-de-queijo. Ela namorou um dos Jonas Brothers, Joe Jonas (nome real: Joseph Adam Jonas), mas o relacionamento chegou ao fim em 2009. O relacionamento havia começado no ano anterior, em 2008, depois de a atriz ter estrelado o vídeo de uma canção da banda.

Belle estudou piano quando mais jovem e chegou a tocar em alguns dos filmes em que atuou, como em Sem Prada Nem Nada, de 2011, onde tocou a canção Cielito Lindo.

Em 2016, participou como juíza convidada em um episódio do famoso reality show americano de moda Project Runway.

O patrimônio da bela e talentosa atriz é estimado em cerca de 2,5 milhões de dólares, produto de seu sucesso no cinema. Seu peso é estimado em 53 quilogramas.

Filmar 10.000 A.C. fez com que ela passasse metade de um ano circulando entre Namíbia e África do Sul, ambos países do continente africano, e Nova Zelândia, país da Oceania. Sua mãe, que também agencia sua carreira, acompanhou-a nessas andanças. De quebra, segundo Belle, a mãe acabou se tornando uma mãe para o elenco todo do filme 10000 AC. Aos cuidados da mãe que a atriz atribuiu o fato de não ter adoecido – como muitos de seus colegas de elenco – com as loucas variações de ambiente que ora expunham o elenco ao calor do deserto, ora ao frio da neve.

Em 2017, a revista Caras destacou a boa forma da atriz, que, para celebrar a chegada do verão no Hemisfério Norte, postou em uma rede social uma foto sua de biquíni em uma praia do Rio de Janeiro.

Um dos traços característicos da atriz, que colaboram para destacar sua beleza, são suas sobrancelhas, bem escuras e definidas.

A atriz diz, quando se trata de moda, inspirar-se na Hollywood de antigamente, por exemplo, em estrelas como Audrey Hepburn. Ela admite, porém, que sua grande orientadora em assuntos de moda é mesmo sua mãe. O que faz sentido, pois, como vimos acima, trata-se de uma pessoa com experiência no assunto, uma estilista. Ao comentar que, mesmo adulta, ainda deixava a mãe escolher suas roupas, ela acrescentou que, graças à mãe, ela foi uma criança muito bem vestida. Ela disse ainda que confiar na mãe para as orientações sobre moda tem as vantagens de ser algo que já vem dando certo há um bom tempo e de significar confiar em uma pessoa que ela sabe que não tem segundas intenções.

Leave a Reply